Blog

IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA DE PROJETOS E PROGRAMA DE PESQUISA & DESENVOLVIMENTO – P&D

Importância da Auditoria de Projetos e Programa de Pesquisa & Desenvolvimento – P&D

Aplicar adequadamente recursos humanos e financeiros em projetos que demonstrem a originalidade, aplicabilidade, relevância e a viabilidade econômica, são objetivos do Programa de P&D do Setor Elétrico Brasileiro.

 

É importante ressaltar que os projetos são realizados com recursos arrecadados na tarifa de energia elétrica, o que torna o processo de auditoria, instituído desde 2008, fundamental para o efetivo sucesso dos projetos.

 

Nosso objetivo neste artigo é apresentar nossa metodologia de trabalho e, principalmente, os benefícios de ter a Berkan como a empresa de auditoria dos Projetos, Programa e Projeto de Gestão de P&D do biênio 2017/2018.

 

Escopo dos Trabalhos de Auditoria de P&D

 

Nosso trabalho tem como objetivo principal antecipar problemas, compartilhar ideias e propor soluções. A preocupação de nosso time é, constantemente, esclarecer as eventuais dúvidas regulatórias e agregar valor aos trabalhos realizados.

 

Os procedimentos aplicados são orientados de acordo com o Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (IBRACON) e leva em consideração a norma NBC TSC 4400, em referência à norma internacional ISRS-4400.

 

Toda nossa metodologia foi definida e está alinhada com o Manual de Procedimentos Previamente Acordados para Auditoria Contábil e Financeira de Projetos, Planos e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento – P&D e Eficiência Energética – EE, e regulado pela Resolução Normativa no 754/2016 e respectivas regulamentações posteriores.

 

As fases para o desenvolvimento do Relatório de Auditoria são:

 

1) Planejamento dos trabalhos.

2) Solicitação das informações para a empresa auditada.

3) Análise documental.

4) Testes de auditoria.

5) Consolidação das informações.

6) Discussões dos drafts e justificativas quando da identificação de inconsistências.

7) Emissão dos relatórios de auditoria.

 

As principais informações que devem ser disponibilizadas pela empresa auditada são:

 

• Anexos 2 e 6 do Procedimentos Previamente Acordados de Auditoria - PPA.

 

• Relatório de Execução Financeira do Projeto – REFP - devidamente preenchido.

 

• Todos os documentos previstos nos respectivos Manuais de P&D, requeridos obrigatoriamente para cada tipo de projeto, inclusive projeto/plano de gestão sob análise.

 

• Documentos de comprovação de gastos incorridos e respectivas liquidações financeiras, a serem selecionados com base nas informações contidas nas planilhas apresentadas no REFP.

 

Nosso prazo de entrega do Relatório de Auditoria Contábil e Financeira - RACF é de cinco dias úteis após disponibilização da documentação necessária.

 

É importante ressaltar que, a conclusão do Relatório de Auditoria está diretamente relacionada ao nível de cooperação e envolvimento dos profissionais da empresa que nos contrata, principalmente, quanto a disponibilização das informações em tempo hábil.

 

Em razão da obrigatoriedade de contratação de uma Empresa de Auditoria Independente, devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliário – CVM, para validar as demonstrações de investimento em P&D, torna-se essencial conhecer a empresa e os profissionais que realizarão este importante projeto.

 

Somos uma empresa formada por profissionais com mais de 20 anos de experiência no Setor Elétrico Brasileiro, com projetos realizados nas mais importantes empresas do setor.

 

Clientes de Auditoria e Consultoria do Setor Elétrico

 

Caso tenha alguma dúvida, entre em contato conosco através do formulário disponível em nosso site ou pelo e-mail [email protected]

 

Recomendamos a leitura:

Auditoria do Programa e do Projeto de Gestão de P&D 2017/2018

 

Links úteis:

Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL

Auditores Independentes do Brasil (IBRACON)

Norma NBC TSC 4400

Manual de Procedimentos Previamente Acordados para Auditoria Contábil e Financeira de Projetos, Planos e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento – P&D e Eficiência Energética – EE

Resolução Normativa no 316/2008

  • Compartilhar

Artigos relacionados